Centro de interpretação das microalgas

O centro de interpretação das microalgas é um espaço informativo dedicado às microlgas. Foi criado pela Algicel e encontra-se disponível a todos aqueles que o queiram visitar. O visitante além de tomar conhecimento da informação diversa sobre as microalgas poderá ainda realizar uma experiencia laboratorial e visitar o processo tecnológico desenvolvido pela Algicel para o cultivo da microalga Haematococcus Pluvialis.

As microalgas ocorrem em todos os ecossistemas, não apenas nos aquáticos, mas também terrestres, representando uma grande variedade de espécies.

O número existente de microalgas na natureza ainda é desconhecido. Citações existentes referem que pode haver vários milhões destes organismos.

São microorganismos fotossintéticos procarióticos ou eucarióticos que podem viver e crescer rapidamente numa ampla gama de condições ambientais devido à sua estrutura unicelular ou multicelular simples.

Sendo organismos ubíquos, adaptaram-se a habitats extremos ao longo de milhões de anos de evolução. Esta vasta variabilidade faz das microalgas uma das matérias-primas mais promissoras para o fornecimento sustentável de produtos alimentares e não-alimentares.

Utilizam a fotossíntese para converter energia solar em energia química, completando todo o ciclo de crescimento a cada poucas horas/dias.

O primeiro uso de microalgas por humanos remonta a 2000 anos. Foram os chineses, que usaram Nostoc para sobreviver durante um periodo de fome. No entanto, a biotecnologia de microalgas só começou a se desenvolver em meados do século passado.

Adicionar ao carrinho